quarta-feira, 5 de dezembro de 2007

;D

Nunca entendi direito porque a gente vive ou até mesmo pra que viver? Qual o objetivo afinal de viver a não ser sofrer ou fazer alguém sofrer? Até um dia encontrar algumas pessoas que me fizeram ou me fazem feliz. Não entendendo ainda o porque de viver resolvi então criar um objetivo, mesmo que fictício, para levar a vida adiante.
Mas de que maneira eu poderia viver com um objetivo, e qual seria esse objetivo? Se alguém me faz feliz então estava claro que o mais óbvio a ser feito era fazer feliz quem me faz feliz, não importando o que precisassem pra serem felizes ou o que eu faria pra tornar isso possível.
Muitos passaram mas nunca ficaram constantes na minha vida como eu queria que ficassem. Nunca pensei em mim mais do que nos outros e sim mais nos outros 
do que em mim, coisa que muitas vezes me feriu, mas sempre querendo fazer aqueles que eu amo me amassem também e ficasse comigo pro resto da vida e, claro, como um fraco que sou (quem não é?) sempre culpei eles e não a mim mesmo.
Então, se uma coisa que dura anos não da certo o erro e de quem está projetando-a e não do projeto em si, certo? Mudar. Mas como mudar querendo a mesma coisa? Fazendo as mesmas coisas?
Decidi então me mudar e não querer mudar os outros, quem quer gostar de alguém que nem se gosta, nem se expressa, usa e abusa da indiferença? Isso eu não consegui perceber sozinho e sim com a ajuda de algumas pessoas, mas não através de tutoriais ou de conversas sobre a minha pessoa e sim com a convivência que eu tinha (tenho) com elas.
Então graças a vocês (não so vocês dois como todo mundo que andamos atualmente) eu sou assim. E não é nada mais justo agradecer a vocês, pelo que vocês fizeram por mim como também querer viver sempre assim do jeito que vivo com vocês mesmo atrapalhando ou enxendo em algumas horas (haha).
<3
É isso amo vocês e espero que vocês também me amem.
obs 1.: hahaha isso tá mais pra um diário do que o que vocês dois postaram =~~
obs 2.: é pra assinar?
Rodrigo

4 comentários:

Lourinaldo disse...

excelentes palavras... n fossem uns erros de concordancia ficava melhor... hahaha

sabes que tou a brincar nè Digão?

abraço... Louri...

Nina disse...

Uia....
Não tem isso de parecer um diário ou não.... blogs servem para chorar, rir, filosofar! Amei você finalmente ter postado e espero que continue... e sim, vamos continuar vivendo assim porque posso dizer: Esse ano foi o melhor de todos!!!

Rodrigo disse...

Como é bom ter amigos! Bom ter com quem dividir alegrias e subtrair tristezas...
Sábias palavras e que bom que postou!
Continue!
bjundas

Illusa disse...

Sinceramente me identifico muito com o que escreveu, a vontade de mudar, o se preocupar mais com o resto do mundo do que com você mesmo, a percepção dos defeitos atravez de outras pessoas...
Mas sinceramente acho que desisti(por enquanto) de "amar"... estou mais centrada nos meus defeitos... em mudá-los... e pra isso também tenho a ajudar de grandes amigos!


Bjs.